15.2.16

Empreender no Feminino: Entrevista

Aceitei ser entrevistada pela Raquel, autora do blog "O cantinho da Raki" para a sua nova rubrica "Empreender no Feminino".

Foi com muito gosto que falei sobre o tema empreendedorismo e sobre a minha marca, a CRS Bogotá. A entrevista completa:

"1. O que significa para ti a palava «Empreendedorismo»?

Empreendedorismo significa alguém criar o seu projecto e tentar levá-lo o mais longe possível.


2. Qual é o teu projecto?

A CRS Bogotá é uma marca luso-colombiana de acessórios handmade com um espírito divertido e feminino. Actualmente comercializamos os modelos Tote bag, shopper bag que têm bastante espaço para os essenciais do dia-a-dia. São versáteis, tanto servem para levar o material das aulas, como para uma ida a um festival de música ou à praia.

Temos ainda as clutch bags que também são bastante práticas para guardar as pequenas coisas ou serem usadas como carteiras de mão.

Todos os nossos modelos de carteiras são feitos e forrados em tecido, possuem fecho de correr e um bolso no interior.

3. Como surgiu?

Com a mudança para Bogotá surgiu a hipótese de voltar a um gosto bastante antigo, a costura. Comecei por fazer alguns cursos na área da moda o que me possibilitou aprender algumas coisas e relembrar outras. Para conseguir transportar os vários materiais para os cursos, fiz uma carteira ao meu gosto e os colegas acabaram por elogiar. Assim quando num dos cursos em que o trabalho final consistia em criar uma marca e um produto para venda, escolhi o modelo da carteira que já levava para os cursos tendo sido este o empurrão para avançar com a empresa.

4. Quais os maiores desafios que encontraste desde o início?

Sendo eu a fazer todas as carteiras, o maior desafio foi conseguir conciliar a produção e tudo o restante necessário para manter a marca no mercado.

5.Quais os objectivos a médio/longo prazo para o teu projecto?

Em breve será alargada a colecção “Tribu africana” com tecidos da Guiné para juntar aos outros vindos de outros países africanos com Angola, Cabo Verde e Senegal. A médio/longo prazo o objectivo é poder juntar outros países a esta lista.

Outro objectivo também passa por crescer em termos de oferta, fazendo outros modelos para acrescentar aos já existentes.
6. Qual a opinião dos teus familiares e amigos relativamente ao teu projecto? De que forma a opinião destes te influencia?

A família apoia o projecto e vão dando ideias juntamente com os amigos de como poderia melhorar as carteiras. Gosto de ouvir as suas opiniões e no final verificar se se adequam ao conceito da marca.

7. De que forma o teu projecto modificou a tua vida?

Como o projecto apareceu depois de uma mudança tão radical como ir viver para a Colômbia, não senti que a criação da marca mudasse a minha vida. Ainda assim, sinto que estou a dedicar-me ao que realmente gosto e que me divirto mesmo que este agora seja o meu trabalho.

8. Qual o papel que o teu blog/canal desempenha no desenvolvimento do teu projecto?

O blog www.costurasymoda.blogspot.com serve como canal para a dar a conhecer a marca.

9. Qual o conselho que dás a todas as mulheres que estiverem a ler este post?

Valorizem o vosso trabalho e procurem formas de outras pessoas também o valorizarem, assim não terão de sacrificar o valor dos vossos produtos só para o venderem."
www.facebook.com/crsbogota


2 comentários: